Destaque da Semana: Florianópolis

A homofobia está a um passo de se tornar crime na cidade de Florianópolis. Confira a notícia veiculada pelo Dolado:

Os vereadores de Florianópolis se reuniram na noite desta quarta-feira (2) para votar o projeto de lei municipal, do vereador Tiago Silva (PPS), que institui a homofobia como um crime municipal. Em decisão unanime (grifo meu), o projeto foi aprovado e deve sofrer algumas modificações para se tornar constitucional. Agora, segue para sanção do prefeito Dário Berger (PMDB), que pode assinar no domingo (6) a lei que criminaliza a homofobia em Florianópolis.

A aprovação do projeto veio como presente para a comunidade LGBT da cidade justamente na semana da sua 4ª Parada da Diversidade, que está ocorrendo nesse domingo, 6 de Setembro. Além do evento dominical, os LGBT florianopolitanos puderam contar com vários eventos culturais ao longo da semana. A espera agora é não só pelo aval do prefeito Dário Berger, mas que o exemplo de Florianópolis possa se fazer ouvir em âmbito nacional.

Imagem de divulgação da 4ª Parada da Diversidade de Florianópolis

Imagem de divulgação da 4ª Parada da Diversidade de Florianópolis

Confira abaixo uma entrevista concedida pelo vereador Tiago Silva (PPS) no dia 27 de Agosto de 29, sábado da semana passada, falando justamente sobre a Parada e um pouco sobre o projeto.

3 respostas para Destaque da Semana: Florianópolis

  1. Cláudio F. disse:

    Infelizmente (lá vem eu, mais uma vez) é importante salientar que Florianópolis é uma cidade turística referência para os gays brasileiros. Tem a pretensão de virar São Francisco brasileira e já ganha bastante dinheiro com esta população.

  2. Paulo disse:

    É importante ressaltar que legislação municipal não tem poder para definir crimes. Não conheço a lei em questão, mas imagino que seja como a adotada em diversas outras cidades e estados brasileiros. Neste caso, deve impor apenas penalidades administrativas, como multa.

    Para que a homofobia seja crime, é preciso a aprovação de uma lei federal. E isso só vai acontecer se os não heterossexuais se mobilizarem em favor do PLC 122.

  3. […] O IBGE anunciou que irá contar os casais gays no Censo Demográfico de 2010, e servidores LGBT do poder público estadual de Pernambuco poderão incluir seus parceiros como beneficiários na Previdência. Outras iniciativas regionais merecem destaque: o governo de São Paulo está capacitando agentes da Secretaria de Emprego e Relações do Trabalho (SERT) para inserção de LGBT no mercado, e em Floripa foi aprovada uma lei que proíbe a discriminação em virtude da orientação sexual. […]

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: